FLORAIS DE BACH

Edward Bach foi um médico inglês que trabalhou nos anos 3O, buscando na natureza substâncias que reequilibrassem a dualidade "Corpo / Mente" e graças a sua apurada sensibilidade, descobriu que a essência de certas flores silvestres tem o poder de curar doenças emocionais e fortalecer os pontos fracos de nossa personalidade, dando assim margem a que a doença não encontrando mais condiçöes de se manter, tivesse necessariamente que abandonar o corpo e/ou a mente.

Para indicar os florais de Bach não é preciso formação médica ou psicológica. Recomenda-se formular um questionário que será respondido pelo próprio interessado ou por alguém que o conheça bem, afim de orientar o terapeuta na escolha dos florais, de posse do questionário e identificado o problema, o paciente poderá então ser medicado e não é necessária receita para adquiri-los. São produtos muito eficientes e sem nenhum efeito colateral. Sua forma de ação se dá em planos energéticos sutis e não no corpo ou na mente. Como todos os florais têm algum efeito benéfico, mesmo uma falha de indicação não poderá causar mal algum.

O processo de Bach e seus 38 remédios florais são reconhecidos pela O.M.S ( Organizaçäo Mundial da Saúde ) exatamente da mesma forma como a acupuntura ou as massagens terapêuticas orientais.

A posologia normal é por via oral porém o remédio floral devido à natureza de seu plano de atuação, pode ser aplicado de forma tópica (no local), como compressas ou na forma mais adequada à situação o que inclui nebulizaçäo, banhos. Não há limitações de idade, do bebê ao ancião.

Em casos de acidentes e situações graves, não apenas o paciente, mas todos os familiares podem e devem tomar o mesmo remédio. A experiência tem mostrado o poder dos florais em organismos vivos, animais e plantas.

Não recomendamos suspender as medicações que eventualmente se estejam tomando, sejam alopatas sejam homeopatas, pois os florais atuam em outro nível. Aconselhamos que o paciente continue com o acompanhamento médico tradicional, inclusive para constatar a regressão da doença. Se achar conveniente, comente com seu médico que está pretendendo usar os florais e ouça a sua opinião, se não sentir-se seguro dos resultados que irá alcançar, não inicie o tratamento com os florais pois sua mente já estará bloqueando o efeito desejado.

Não é preciso ter fé na medicação, porém uma negação completa de sua capacidade conduz a resultados pouco satisfatórios. Até mesmo uma aspirina não aliviará uma dor de cabeça se você rejeitar totalmente seu valor.

Os Florais de Bach podem ser adquiridos na maioria das farmácias de manipulação (as que aviam receitas). Não há necessidade de prescrição médica. Os produtos já vêm diluídos e prontos para usar.

A indicação deste ou daquele floral tem como base o estado emocional ou afetivo do paciente. Medo, raiva etc., são pistas muito seguras da porta de onde vem o desequilíbrio que propicia a instalação da doença. Ao devolver ao indivíduo atitudes saudáveis o seu todo se reequilibra eliminando a doença.

Os remédios florais indicados abaixo , são os tradicionais de Bach, desconsiderando quaisquer outros que não tenham uma sólida base de acompanhamento.

PARA CADA DOENÇA DA ALMA O BENEFÍCIO DE UMA FLÔR

1 -AGRIMONY (Agrimonia eupatoria) Para pessoas joviais, animadas, de bom humor, que gostam de paz e que se desagradam com discussões ou brigas, a ponto de devido a isso renunciarem a muitas coisas. Essas pessoas, ainda que amiúde tenham problemas, tormentos e inquietaçöes e sintam perturbações na mente e no corpo escondem suas aflições por trás de seu bom humor e brincadeiras, sendo consideradas ótimas amigas. Com frequência tomam álcool ou drogas em excesso para se estimularem e continuarem suportando suas atribulaçöes com ânimo.

2- ASPEN (Populus tremula) Para medos indefinidos ou desconhecidos, que não têm explicação nem razão de ser. O paciente também pode estar apavorado diante do pressentimento de que algo terrível vai acontecer, sem que saiba exatamente o que será. Estes medos indefinidos e inexplicáveis podem obcecá-lo dia e noite. Os que os sofrem costumam ter receio de contar ao demais suas preocupações.

3 - BEECH (Fagus sylvatica) Para os que sentem necessidade de ver mais beleza e bondade em tudo que os rodeia. E, mesmo que muitas coisas pareçam andar mal, necessitam ter a capacidade de ver o bem crescendo ali, para que possam ser mais tolerantes, indulgentes e compreensivos com as diferentes maneiras com que cada indivíduo e cada coisa caminha.

4 - CENTAURY (Erytroea centaurium) Para pessoas delicadas, silenciosas e suaves, que se mostram demasiadamente ansiosas em servir aos demais. Supervalorizam a própria força na ânsia de agradar. Seu anseio cresce de tal modo que elas se convertem mais em escravos do que em voluntários no auxílio dos outros. Sua bondade as leva a cumprir mais tarefas do que lhes é possível fazer e assim, chegam a descuidar da sua própria missão de vida.

5 - CERATO (Ceratostigma willmottiana) Para os que näo tem batante confiança em si mesmos para tomar as próprias decisões. Estão constantemente pedindo conselhos aos outros, sendo muita vezes mal-aconselhados.

6 - CHERRY PLUM (Prunus cesarifera) Para quando se tem medo que a mente se esgote, de que perca a razão, de que faça coisas espantosas e horríveis, indesejáveis e prejudiciais.

7 - CHESTNUT BUD (Aesculus hippocastanum) Para os que não tiram todo o proveito da observação e da experiência e que levam mais tempo que os outros para aprender as lições da vida cotidiana. Embora uma experiência baste para alguns, essas pessoas necessitam de mais às vezes de várias experiências, antes de aprender a lição. Por isso, para seu pesar, acabam tendo de cometer o mesmo erro em diferentes ocasiões enquanto uma vez seria o bastante, ou enquanto uma observação dos outros poderia até evitar esse único erro.

8 - CHICORY (Chicorium intybus) Para os que pensam muito nas necessidades dos outros e tendem a cuidar excessivaente das crianças, dos familiares e dos amigos, e sempre encontram algo que precisam endireitar. Essas pessoas estão continuamente corrigindo o que lhes parece errado e se comprazem com isso. Querem que aqueles dos quais cuidam permaneçam perto delas.

9 - CLEMATIS (Clematis vitalba) De grande utilidade para as pessoas sonolentas, indolentes, que nunca estão totalmente despertas, nem demonstram grande interesse pela vida. Para pessoas paradas, que não estão muito felizes com a situação em que se acham, e que vivem mais no futuro do que no presente, alimentando-se de esperanças de que cheguem dias melhores, quando seus ideais se tornarão realidade. Algumas dessas pessoas, quando estäo doentes, se esforçam muito pouco para se recuperar e, em alguns casos, chegam a desejar a morte, na esperança de tempos melhores ou de encontrar uma pessoa querida que tenham perdido.

10 - CRAB APPLE (Malus pumilla) E'o remédio da limpeza. Para os que sentem como se tivessem em si algo não muito limpo.`As vezes trata-se de algo aparentemente de pouca importância; em outros casos, pode haver uma doença mais grave que é quase ignorada em comparação com o problema que os perturba no momento. Em ambos os casos se encontram ansiosos por se verem livres de uma coisa em particular que a eles parece maior e tão importante que é preciso curar-se dela. Ficam muito abatidos se o tratamento fracassa. Este remédio limpa e purifica as feridas, se o paciente tem motivos para crer que ingeriu algum veneno que deva ser eliminado.

11- ELM (Ulmis procera) Para os que estão fazendo um bom trabalho, seguindo a vocação de sua vida, que esperam fazer algo importante e, com freqência, em benefício da humanidade. Em certas ocasiões, essas pessoas podem ter momentos de depressão, quando sentem que a tarefa que empreenderam é demasiado difícil e que ultrapassa as forças de um ser humano.

12 - GENTIAN (Gentiana amarella) Para os que desanimam facilmente. Essas pessoas podem fazer progressos satisfatórios no que diz respeito à enfermidade e aos negócios da vida cotidiana, mas, diante do menor imprevisto ou entrave, começam a vacilar e logo desanimam.

13 - GORSE (Ulex europaeus) É um remédio apropriado para casos em que há grande desesperança. Para a pessoa que perdeu toda a fé em que se possa fazer algo por elas. Quando persuadida, ou para satisfazer os demais, pode experimentar tratamentos diferentes, ao mesmo tempo assegurando a todos os que o rodeiam de que há pouca esperança de alívio.

14 - HEATHER (Calluna vulgaris) Para os que estão constantemente buscando a companhia de alguém que esteja disponível, pois sentem necessidade de discutir seus problemas com os demais, seja com quem for. São pessoas muito infelizes quando têm de ficar sozinhas por algum tempo.

15 - HOLLY (Ilex aquifolium) Para os que se vêem à s vezes atacados por pensamentos tais como a inveja, o ciúme, a vingança, a suspeita. Para os diferentes tipos de desgosto que se podem sofrer. Tais pessoas podem sofrer muito, sendo que, com frequência, näo existe uma causa real para a sua infelicidade.

16 - HONEYSUCKLE (Lonicera caprifolium) Para os que vivem muito no passado, lembrando-se talvez de uma época de grande felicidade, ou de um amigo morto, ou pensando nos sonhos que não se tornaram realidade. Não acreditam quem possam ter felicidade como a que um dia tiveram.

17 - HORNBEAM (Carpinus betulus) Auxilia os que sentem que não têm força suficiente, tanto mental como física, para carregar o fardo da vida que lhes foi colocado sobre os ombros; as solicitações da vida cotidiana lhes parecem excessivas, se bem que costumem cumprir com suas obrigações de modo satisfatório. Aconselhável para os que crêem que uma parte, da mente ou do corpo, necessita fortalecer-se antes que possam fazer bem seu trabalho.

18 - IMPATIENS (Impatiens grandulifera) Para os que são rápidos de pensamento e açäo e que querem que tudo se faça sem hesitação nem atraso. Quando estão doentes ficam ansiosos para se restabelecerem rapidamente. É lhes muito difícil ter paciência com pessoas lentas, pois isso lhes parece errado e uma perda de tempo; assim se esforçarão para fazer com que essas pessoas sejam mais rápidas de qualquer modo. Frequentemente preferem trabalhar e pensar sozinhos, para que possam fazer as coisas em seu próprio rítmo.

19 - LARCH (Larix decidua) Para os que não se consideram tão bons nem tão capacitados quanto quem os rodeia, e que esperam o fracasso, sentindo que nunca faräo nada bem, e que por isso não se arriscam nem se esforçam o suficiente para obter êxito.

20 - MIMULUS (Mimulus guttatus) Bom para quando se tem medo das coisas do mundo, das enfermidades, dor, acidentes, escuridão, pobreza, solidäo, desgraças. Para os temores do dia-a-dia. Para pessoas que carregam consigo medos em silêncio e secretamente, sem falar disso livremente com os outros.

21 - MUSTARD (Sinapsis arvensis) Para os que estão sujeitos a períodos de melancolia e até de desespero como se pairasse sobre eles uma nuvem gélida e sombria, encobrindo a luz e a alegria da vida. Essas crises podem não ter nenhuma razão ou explicação aparente. Nessas condiçöes, é praticamente impossível mostrar-se feliz ou animado.

22 - OAK (Quercus robur) Para os que se debatem e se empenham denodadamente para serem bem-sucedidos ou pelas coisas da vida cotidiana, tentando uma coisas atrás da outra, ainda que seu caso pareça desesperado. Continuaräo lutando. Ficam descontentes consigo mesmos na enfermidade se esta interfere com seus deveres ou os impede de ajudar os demais. São pessoas corajosas, que enfrentam as grandes dificuldades sem perder a esperança nem deixar de se esforçar.

23 - OLIVE (Olea europaea) Apropriada para os que muito sofreram, mental ou fisicamente, e que se encontram tão exaustos e esgotados que sentem faltar-lhes as forças para fazerem o que quer que seja. Para eles, a vida cotidiana implica um grande esforço, e não lhes proporciona prazer.

24 - PINE (Pinus sylvestris) Para os que se culpam a si mesmos. Até mesmo quando algo lhes sai bem pensam que poderiam tê-lo feito melhor, e nunca estão satisfeitos com o próprio esforço nem com os resultados que obtêm. Trabalham demais e sofrem muito com os erros que atribuem a si mesmos. Às vezes, os erros se devem aos outros, mas essas pessoas também se sentem responsáveis por eles.

25 - RED CHESTNUT (Aesculus carnea) Para as pessoas às quais é difícil não ficarem aflitas pelos demais. Com frequência não se preocupam consigo mesmas mas chegam a sofrer muito pelas pessoas que amam, antecipando as desgraças que podem ocorrer-lhes.

26 - ROCK ROSE (Helianthemum nummularium) É o floral da salvaçäo. É aplicado nos casos de emergência para os quais parece não haver nenhuma esperança. Util em acidentes ou em enfermidades que surgem repentinamente, ou nos momentos em que o enfermo está muito assustado ou aterrorizado, ou quando o estado é grave o bastante para causar inquietação nos que estão ao seu redor. Se ele estiver inconsciente, pode-se umedecer-lhe os lábios com este floral. Outros florais podem ser também necessários; no caso, por exemplo, em que há inconsciência - ou seja, num estado de profunda sonolência -, Clematis; no caso de o paciente encontrar-se atormentado, Agrimony, etc.

27 - ROCK WATER Para os que são muito austeros em seu modo de viver; privam a si mesmos de muitas alegrias e prazeres da vida porque consideram que isso poderia interferir no seu trabalho. São mestres severos para si mesmos. Desejam estar bem, forte e ativos, e farão qualquer coisa que julgaraem conveniente para se manterem assim. Esperam servir de exemplo que atraia outras pessoas que podem então seguir as suas idéias e, consequentemente, se tornarem melhores.

28 - SELERANTHUS (Seleranthus annuus) Para os que são incapazes de se decidir entre duas coisas, inclinando-se ora em direção a uma, ora a outra. São geralmente pessoas tranquilas, caladas, que carregam sozinhas a sua dificuldade, pois não se sentem inclinados a tratar do assunto com os outros.

29 - STAR OF BETHLEHEM (Ornithogalum umbellatum) Para os que estão muito angustiados, em circunstâncias que geram uma grande desdita momentânea. O choque de uma notícia grave, a perda de um ente querido, o medo que se segue a um acidente, etc. Para os que, num determinado período, se recusam a ser consolados, este floral traz alívio.

30 - SWEET CHESTNUT (Castanea sativa) Para os momentos em que a angústia é tão grande que parece absolutamente insuportável. Quando a mente ou o corpo se sentem no limite de suas forças e nada mais podem fazer. Para quando se tem a impressão de que só resta a destruição e o aniquilamento.

31 - VERVAIN (Verbena officinalis) Para os que têm princípios ou idéias fixas que estão certos de estarem com a verdade e, por isso raras vezes mudam. Tais pessoas desejam veementemente converter para o seu modo de ver a vida todos aqueles que as rodeiam.Têm grande força de vontade e muita coragem quando estão convencidas das coisas que querem ensinar. Na enfermidade, ainda lutam, quando outros já teriam desistido de tudo.

32 - VINE (Vitis vinifera) Para as pessoas muito capazes, seguras de sua própria competência, com fé no êxito. Por serem täo seguras, acreditam que seria útil convencerem os demais a fazerem as coisas à sua maneira, ou como estão convencidas de que é certo. Mesmo enfermas däo instruçöes a quem cuida de seu tratamento. Podem ser muito valiosas nos casos de emergência.

33 - WALNUT (Junglans regia) Para os que têm idéias e ambições bem definidos na vida e que os estão concretizando mas algumas vezes se vêem tentados a se afastar de suas próprias idéias, de seus objetivos e do próprio trabalho diante do entusiasmo das convicções ou das convincentes opiniões dos demais. Éo floral adequado para proporcionar constância e proteger o indivíduo de influências externas.

34 - WATER VIOLET (Hottonia palustris) Para os que, na saúde ou na doença, apraz ficarem sós. Pessoas muito silenciosas, que andam sem fazer ruído, que falam pouco e com suavidade. Essas pessoas säo muito independentes, capazes e seguras de si. Não são influenciadas pelas opiniões alheias. Reservadas, deixam as pessoas sozinhas e seguem o próprio caminho. Com frequência, são pessoas inteligentes e talentosas. Sua paz e serenidade são uma benção para quantos as rodeiam.

35 - WHITE CHESTNUT (Aesculus hippocastanum) Para os que não conseguem evitar pensamentos, idéias e deduções que não gostariam que entrassem em suas mentes. Isso costuma acontecer em épocas nas quais o interesse no momento não é tão intenso o bastante para ocupar sua mente por completo. Os pensamentos preocupantes não os abandonam ou se se desfazem por alguns momentos, retornam em seguida. Parecem dar voltas e voltas, causando um tormento mortal. A presença de tais pensamentos desagradáveis pôe fim à calma e interfere na capacidade de se concentar somente no trabalho ou na diversão do dia.

36 - WILD OAT (Bromus mamosus) Apropriado para os que têm ambições quanto a realizar algo importante na vida, os que querem adquirir muita experiência, desfrutar de tudo que está a seu alcance e viver a vida ao máximo. Sua dificuldade consiste em determinar a que ocupaçöes desejam se entregar, pois, embora suas ambições sejam fortes, não têm uma vocação que o atraia mais do que a outras. Isso pode trazer-lhes perda de tempo e insatisfação.

37 - WILD ROSE (Rosa canina) Para os que, aparentemente sem razão suficiente, se conformam com tudo o que acontece à sua volta e se limitam a passar pelas vida aceitando-a como ela é, sem se esforçar por melhorar as coisas nem por encontrar alegria. Renderam-se sem se lamentar, na luta pela vida.

38 - WILLOW (Salix vitellina) Para os que sofreram uma adversidade ou uma desgraça, e que acham muito difícil aceitá-la sem lamentações ou ressentimentos, pois julgam a vida mais pelas vitórias que conquistam. Parece-lhes que não merecem um revés tão grande, que isso é injusto, fazendo com que fiquem profundamente amargurados. Tais pessoas costumam perder o interesse e mostram-se menos eficientes nas coisas da vida que antes apreciavam.

EXEMPLO DE UMA RECEITA PARA SE PREVENIR EM SITUAÇÕES TENSAS

RESCUE REMEDY
(Star of Bethlehem + Rock Rose + Impatiens + Cherry Plum + Clematis)
Remédio de emergência e primeiros socorros:
. Estados de mente muito agitada após brigas, trabalho perdido, etc.
. Antes de um acontecimento tenso: exames, entrevista, dentista, divórcio, etc.
. Trabalho em atmosfera de tensão permanente: hospital, minas, etc.

Carlos Roberto ( Amon Sol )

Assuntos relacionados

CROMOTERAPIA • AURA • CHACRAS • WICCA • EGITO • CIGANOS • INTUIÇÃO • XAMANISMO

DESEJAMOS E OFERECEMOS PAZ AOS POVOS DA TERRA